Omelette sem ovos? Bem-vindos ao mundo da farinha de grão!

 

Apesar de ainda manter na minha alimentação alguns alimentos de origem animal, cada vez menos os consumo e cada vez mais busco opções criativas e saborosas para os mesmos alimentos de sempre. E faço-o porque sinto que é muito mais saudável mas também porque é super divertido!

Experimentar novos ingredientes, novos sabores, novas técnicas, sair da minha mente um pouco e colocar-me no processo meditativo activo que é cozinhar. Terapia.

Já há algum tempo que comecei a experimentar com a farinha de grão. Comprei-a para experimentar uma receita do blog My New Roots que amo, onde ela faz um “tofu” com farinha de grão super creativo, inspirado numa receita antiga Indonésia. Ainda nõ fiz essa receita mas está naquela lista interminável de receitas a testar. Damn, que a lista não pára de crescer!

Mas descobri que a farinha de grão é um produto fantástico e super versátil para além de ser uma excelente fonte de proteína, algo que é muito importante numa alimentação baseada nas plantas.

Na India, a farinha de grão, ou besan, é utilizada para uma série de pratos. Do doce ao salgado, utilizam-na para fazer pequenos paezinhos,pudins, bolos salgados e doces, bases para polmes e estas panquecas /omelettes sem ovos que hoje vos trago.

omolete vegana

Na receita original indiana, um dos líquidos é iogurte natural mas para termos uma receita vegana, decidi substituir por iogurte vegetal. Mas podem facilmente utilizar o vosso iogurte natural sem açúcar favorito.

Quanto à farinha de grão, podem encontrar facilmente nos super-mercados Indianos ou nas lojas de produtos naturais mas nos super Indianos é muito mais barata. Se tiverem uma trituradora super potente, podem tentar fazer a vossa. Nunca experimentei mas hei-de e digo-vos como fica.

E agora, vamos lá ver como é que, afinal, se fazem omelettes sem ovos.

omolete sem ovos

Receita

Omeletes sem OvosVegan, sem glúten, sem soja

Faz 4 omeletas veganas

Ingredientes

1 cup farinha de grão (besan)

1 cs de sementes de linhaça moídas ou sementes de chia moídas

sal marinho q.b.

pimenta preta moída q.b.

1 cc de cúrcuma em pó

1cc de cominhos em pó

1 cc de oregãos

1 cc de alho em pó

1/2 cc de bicarbonato de sódio

1 cup de água

3 cs de iogurte natural vegetal

1 tomate vermelho às rodelas

1/4 pimento vermelho às tiras

1 cebola rocha às rodelas

1 malagueta vermelha sem sementes, às rodelas

Método

Numa tigela, misturar muito bem todos os secos e as especiarias.

Juntar o iogurte com a água e juntar esta mistura aos secos. Misturar muito bem até obter uma massa coesa, sem grumos. A massa fica ligeiramente grossa mas que ainda é escorregadia, como uma omelette. Se a massa estiver muito grossa, colocar mais água, aos poucos.

Deixar a massa descansar 5 minutos.

Entretanto, aquecer uma frigideira de fundo grosso até estar muito quente. Colocar um pouco de óleo de côco na frigideira, apenas para tapar o fundo.

Colocar o tomate, a cebla, os pimentos e a malagueta ( não todo, apenas o suficiente para uma omeleta) na frigideira e deitar a massa por cima dos vegetais.

Deixar cozinhar cerca de 3 a 4 minutos ou até verem que o centro da omeleta já está a ficar seco. Nesta fase podem virar a omeleta e deixar cozinhar mais um pouco do outro lado ou baixar o lume, tapar a frigideira e cozinhar mais um pouco.

Opcionalmente, podem colocar os vegetais depois da massa, por cima dela. É mais fácil virar a omelette desta maneira ou podem misturar os vegetais cotrados finamente na massa mas acho que ficam mais bonitas assim.

E já está!

Eu sirvo-as com folhas verdes fresquinhas, pepino, geleia de chia, frutos secos, enfim….a vossa imaginação é o limite.

Espero que gostem desta versão vegan e saudável da omelete. E até já!

 

 

 

1 Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*