Chefs convidados: Francisco Basilio e uma salada de boulgour, gengibre e menta

O Francisco é uma pessoa singular e um chef ambicioso. Na maneira como vive, nas escolhas que fez na sua carreira e no pouco medo com que enfrenta esta arte. É também um grande amigo meu e uma inspiração.

Durante o tempo em que esteve a cozinhar em Sesimbra, onde viveu muitos anos e onde ainda volta para encontrar-se com amigos e familia, foi o meu chef favorito e hoje tenho tanta pena de não o ter à mão aqui nesta bela vila onde se come tão bem mas onde às vezes apetece qualquer coisa mais fora da box.

O Francisco é o primeiro chef convidado do Comer Amor porque, para além de ser um amigo que amo e admiro, é também o meu estilo de chef. Consegue ser bastante versátil nos seus gostos e cozinhados mas o que me apaixona nele são os seus conhecimentos de culinária Ayurvédica que adquiriu nas suas viagens de estudos pelas terras onde esta medicina nasceu.

Actualmente, torna mais saborosas as vidas dos convidados dos yates onde cozinha profissionalmente pelo Sul de França e sonha com aprender sempre mais.

A receita que nos empresta hoje vocês têm que experimentar. Eu experimentei com quinoa e adorei, vou fazer muitas mais vezes de certeza. O Kiko diz que é melhor com boulgour porque a quinoa não absorve tão bem os temperos mas experimentem. Quando li a receita pensei que era demasiado gengibre mas não é. Até aguentava mais um bocado.

No final da receita podem ver a revisão ayurvédica da mesma e compreender o que cada ingrediente adiciona à receita a nível terapêutico.

Obrigada Kiko.

francisco

 Salada de boulgour, gengibre, citrinos e menta, com frutos secos e Papad indiano

Ingredientes

– 2 xícaras de boulgour (ou quinoa )

– 1 colher de sopa de mel

– 1 limão

– 1 lima

– 1 laranja

– Passas (ou outros frutos secos )

– Nozes gregas

– 200gr de gengibre

– Colher de chá de pimenta preta

– Colher de chá de cominhos

– Colher de chá de sementes de funcho

– Colher de chá de cúrcuma

– Colher de Chá de Chilli em pó

– Menta

– 1 colher de chá de ghee (ou manteiga)

– Azeite

– Smitana / iogurte grego

– Alho

– Papad indiano

Processo 

Cozinhe o boulghour em 4 xícaras de água a ferver com uma pitada de sal e uma gota de azeite e ½ das raspas dos 3 citrinos. Quando toda a agua tiver evaporado, retire do fogo e disponha num prato grande para deixar as sementes respirarem e soltarem-se. Adicione o mel e passas enquanto está quente e húmido, de modo a absorver o líquido e crescerem . Perfume com o sumo das frutas cítricas salpicando algumas gotas ao redor.

Numa frigideira adicione o ghee, ou manteiga, com algumas gotas de azeite ( mistura de óleo com a manteiga ajuda a manteiga a não queimar tão rápido ) e, quando quente, adicione temperos pela ordem : Cominhos , sementes de funcho, pimenta preta, malagueta , açafrão e sal. Finalize este processo quando as especiarias começarem a estalar, ou seja quando fritarem ligeiramente, sem queimar. Adicione ao boulghour e mexa.

Pique a hortelã e o gengibre e adicione à salada.

Pique um dente de alho e junte com iogurte grego e algumas gotas de azeite. Tempere com sal e pimenta.

  • Para o papad, para evitar fritar , coloque-o directamente no forno, chama máxima , tempo curto, estilo churrasco. Também é possível fazê-lo na frigideira pre-aquecida, com um fio de azeite, tapada.

salada-de-boulgour--670x400

 

 

 revisão ayurvédica

De acordo com a nutrição moderna , os cereais fornecem hidratos de carbono , proteínas , cálcio, ferro , potássio e Vit B. De acordo com a sabedoria tradicional Ayurveda , estas sementes contribuem para o desenvolvimento ósseo e do tecido muscular , dando ao corpo força e resistência. É importante incluir estes cereais em cada refeição, especialmente se for vegetariano, para assim ter acesso a uma adequada quantidade de energia. Existe uma grande variedade de sementes e cada uma tem uma influência específica em cada dosha ayurvédico.

Produtos provenientes de trigo, como o BOULGOUR , cous cous , semolina , e alguns tipos de pães e massas, são os melhores para uma dieta Vata dosha equilibrada.

Citrinos: têm sabor azedo (aquilo que a medicina ayurvedica tem como rasa), aquecendo o corpo ( virya) e um vipaka acido. São ácidos e digestivos, estimulam a saliva e os sucos digestivos no estômago. Acalmam Vata, desintoxicam equilibradamente Pita mas podem intensificar Pita e Kaffa doshas . Na literatura Ayurveda os limões têm um grande valor de cura.

Duas dicas sobre limão:

SEMPRE : Beba pela manhã um copo de água morna e uma gota de sumo de limão. (prática incrível para eliminar as toxinas do corpo. E amar mais. )

NUNCA : Tomar limões com leite, manga, tomates ou quando há possibilidades de úlcera péptica.

Passas : São tridoshic (equilibram todos os três doshas ), laxante suave e um dos produtos mais ricos em ferro.

Nozes Gregas:  Contribuem para a redução de stress, sao adstringentes e equilibram Kapha dosha. Parecem-se com pequenos cérebros e de facto são amigas do cérebro.

Gengibre: Aumenta Agni ( fogo digestivo ) reduz a congestão , melhora a circulação e queima toxinas. Para o congestionamento na parte posterior da garganta, faça um xarope com sumo de gengibre, mel , açafrão e pimenta preta. Tomar lentamente. Repita até três vezes por dia. Comer uma fatia de gengibre ajuda com náuseas no estômago ou arrotos devido ao excesso de muco .

Remédio caseiro é remedio Santo:

Ao combinar gengibre com pimenta preta e outro tipo de pimenta seca , pippali (um tipo de pimenta, mais longa que a normal pimenta preta) obtém-se uma fórmula ayurvédica famosa chamada trikatu . Esta fórmula é excelente para eliminar o muco e congestão nos pulmões.

SEMPRE : O gengibre, sal e limão antes ou depois de uma refeição estimulam a digestão. Gengibre com óleo de castor é um remédio caseiro para a artrite reumatóide e consumir gengibre com ghee (manteiga clarificada) é tradicionalmente usado para ajudar a tratar osteoartrite.

7 Comments

  1. Eu conheço o Francisco de ser cheffe no Big Blue em Sesimbra, certo? Era muito boa a comida lá. E esta receita parece boa mas tenho receio que seja muito forte.

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*